CidadaniaCidade

MAIS DE 1000 ELEITORES TEM TÍTULO CANCELADO EM VIÇOSA E REGIÃO

Em Viçosa, maior cidade da região, 692 pessoas foram identificadas como ausentes nos três últimos turnos das eleições, o que representa 1,21% do total de 57.142 eleitores.

Durante o período de regularização da situação perante a justiça eleitoral apenas 39 fizeram o procedimento, ou seja, 5,64% do total de eleitores irregulares. No total, 651 pessoas tiveram o documento cancelado em Viçosa.

Nos 11 municípios da região de Viçosa, 1407 pessoas tiveram o documento cancelado.

Já no segundo maior colégio eleitoral da região em Ervália, que tem 16.487 eleitores, a porcentagem de títulos irregulares foi maior, chegando a 1,72% o que é cerca de 284 eleitores. Desses 16,5%, ou seja, 47 eleitores fizeram a regularização no período correto. Por fim, foram cancelados em Ervália, 236 documentos.

Viçosa teve 651 títulos cancelados, Teixeiras 103, Ervália 236, Coimbra 37, Porto Firme 117, Cajuri 38, Paula Cândido 58 Canaã 55, São Miguel do Anta 40, Araponga 53 e Pedra do Anta 19 títulos cancelados.

Para saber se o título foi cancelado, o eleitor deve consultar a situação no portal do Tribunal Superior Eleitoral na área Serviços ao Eleitor – Situação Eleitoral – Consulta por nome ou título.

Caso prefira, o cidadão pode comparecer a qualquer Cartório Eleitoral, com documento de identificação com foto.

Segundo o TSE, quem teve o título cancelado deve pagar uma multa e, em seguida, fazer a regularização da sua situação no Cartório Eleitoral, levando documento de identificação oficial original com foto, comprovante de residência e o título.

A guia para pagamento da multa pode ser emitida no site do TRE Minas Gerais na área Eleitor e Eleições – Débitos do Eleitor.

A regularização do título cancelado somente será possível se não houver nenhuma circunstância que impeça quitação eleitoral como omissão de prestação de contas de campanha e perda ou suspensão dos direitos políticos.

Fonte: Folha da Mata.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Content is protected !!
Fechar