CidadeCulturaDiversidadeEducação

OFICINAS DE DANÇAS URBANAS CONTEMPLAM ESCOLAS MUNICIPAIS DE VIÇOSA

Uma iniciativa do Grupo Impacto, através do Instituto ASAS, está proporcionando a alunos de diversas escolas a oportunidade de conhecer, experimentar e realizar atividades artísticas e culturais, por meio de oficinas de danças urbanas e formação de monitores. As oficinas já estão acontecendo gratuitamente e atendendo a cerca de 400 crianças e adolescentes de diversas escolas de Viçosa e região.

Na rede municipal de Viçosa, o projeto contempla as escolas municipais Dr. Arthur Bernardes (Novo Silvestre); Nossa Senhora de Fátima (Laranjal); Dr. José Teotônio Pacheco (Posses); João Francisco da Silva (Cachoeirinha); Pedro Gomide Filho (Santa Clara); Dr. Juscelino Kubistchek (Barrinha); Ministro Edmundo Lins (Centro); Coronel Antônio da Silva Bernardes (Centro); Professor Paulo Mário del Guidice (Colônia) e José Lopes Valente Sobrinho (Tico-Tico).

As oficinas são uma oportunidade para os alunos desenvolverem suas habilidades, se expressarem e viverem a experiência de protagonismo na experimentação artística. Ao final destas oficinas e do projeto os participantes farão uma grande Mostra para apresentarem seus trabalhos à comunidade e finalizar uma etapa importante de iniciação e desenvolvimento artístico.

Todas essas escolas possuem turmas de danças urbanas para alunos a partir dos 8 anos de idade, com aulas ministradas duas vezes por semana pelos bailarinos do Grupo Impacto. Algumas escolas ainda possuem turmas de formação de monitores, para alunos maiores de 12 anos. O objetivo é formar meninos e meninas que possam futuramente dar continuidade ao projeto ou até formarem grupos de danças dentro das escolas.

A parceria foi oficializada entre o Instituto ASAS e a Prefeitura na última sexta-feira (24), com a assinatura de um termo que envolve as secretarias de Educação e de Cultura, Patrimônio Histórico e Esportes. O prefeito Ângelo Chequer participou da reunião e agradeceu aos envolvidos na iniciativa, ressaltando que acredita no papel transformador da arte, principalmente da dança. Integrantes do Instituto ASAS e representantes de empresas que patrocinam o projeto também participaram.

Segundo Patrícia Lima, coordenadora geral do projeto, as escolas receberam com empolgação as oficinas. “As diretoras queriam muito que acontecesse um projeto de dança em suas escolas porque é uma atividade que atrai interesse dos alunos. Para nossos bailarinos do Impacto, que está completando 10 anos de profissionalização, é uma oportunidade de transferir todo conhecimento e bagagem que eles adquiriram em todos esse anos”, avalia.

As oficinas acontecem por meio do incentivo da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais, numa realização do Instituto ASAS com patrocínio da Metalsider, Haskell, Amantino Supermercado, Viação União e Buffet Trigo Leve, com apoio da Prefeitura de Viçosa, Núcleo de Arte e Dança e Núcleo Produções Culturais e Artísticas.

Fonte: Prefeitura de Viçosa.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Content is protected !!
Fechar