CidadaniaCidade

VIÇOSA PROMOVE ATIVIDADES NO DIA DE COMBATE AO ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Pelo segundo ano consecutivo, Viçosa adere à campanha “Pode Ser Abuso”, criada pela Fundação Abrinq para orientar a sociedade a identificar, nas crianças e adolescentes, sinais que demonstrem possíveis casos de abuso. Neste sábado (18), Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, órgãos e conselhos municipais promoverão uma campanha de conscientização no centro da cidade.

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), junto com o Conselho Tutelar, a Superintendência de Gestão Pública e Governança da Prefeitura, a secretaria de Assistência Social e o Centro Experimental de Artes da Prefeitura realizarão uma intervenção de conscientização sobre o tema no Caldão da Rua Arthur Bernardes, das 10h às 13h. Haverá entrega de panfletos, intervenções artísticas e conversas para esclarecimento e orientação a respeito das diferentes formas de violência contra a crianças e adolescentes.

A campanha faz parte da agenda do programa Prefeito Amigo da Criança, que propõe aos prefeitos a priorização da infância e da adolescência durante seus mandatos, cumprindo uma agenda de trabalho que desenvolva e fortaleça ações e políticas ligadas a esta faixa etária. Ao final da gestão, os prefeitos que participaram são avaliados e recebem o reconhecimento de amigos da criança, aqueles que impulsionaram avanços nas propostas do programa.

Durante esta semana, materiais da campanha foram veiculados em mídias da Prefeitura. A campanha incentiva a observação e a denúncia de atitudes suspeitas.  As denúncias podem ser feitas através do Disque 100 e do Conselho Tutelar, que em Viçosa atende nos telefones: (31) 3891-5462 e (31) 99605-1027 (plantão).

18 de maio

O dia 18 de maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A escolha deste dia se deu porque,  em 1973, uma menina de 8 anos, moradora de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. O corpo dela foi encontrado carbonizado dias depois, e os seus agressores nunca foram punidos.  A grande repercussão do caso e mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, levou à instituição desta data.

Fonte: PMV.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Content is protected !!
Fechar